Dicas para acertar no cardápio de um evento

Home / Sem categoria / Dicas para acertar no cardápio de um evento

Dicas para acertar no cardápio de um evento

 

Quem pensa que fechar o cardápio é uma das tarefas mais simples na organização de um evento está muito enganado. Hoje em dia, possíveis restrições, alergias e escolhas alimentares dos convidados podem acabar tirando o sono do time de organizadores se ele não estiver preparado para atender a todos de forma democrática e completa.

Para não ter erro, o primeiro mandamento é definir o cardápio de acordo com o perfil do público do evento. Isso significa que você precisa levar em consideração, inclusive, exceções que possam surgir entre os participantes. Para estar ciente delas, aposte em pesquisas entre os convidados, que revelem restrições médicas, pessoais ou culturais.

Caso sua investigação não resulte em nada, sua maior preocupação passa a ser oferecer uma gama democrática de opções, atendendo, desta forma, à grande parte do seu público. Para isso, opte por alternativas mais básicas. Lembre-se de que quanto mais exótico for o cardápio, mais chances você tem de errar.

Para conseguir fechar um menu completo, conte com a ajuda do seu fornecedor, que se torna um parceiro estratégico nesta missão. Em almoços e jantares em sistema buffet, o cardápio é mais amplo, o que facilita a inclusão de opções específicas para atender às restrições. Para o sistema empratado, uma ideia é preparar uma porcentagem de pratos vegetarianos para aqueles que solicitarem. Em todos os casos, é importante dividir a decisão final com o cliente, para que todos estejam na mesma sintonia.

Nos últimos anos, o público com restrições, escolhas alimentares diferenciadas ou preocupação com saúde e estética aumentou consideravelmente, ao mesmo tempo em que surgiu um movimento Welness no segmento de eventos, incentivando práticas mais sustentáveis em diversos aspectos, incluindo a alimentação.

Todas estas tendências fizeram com que os organizadores começassem a ter um cuidado ainda maior ao definir os alimentos e as bebidas de um encontro. Neste cenário, passou-se a utilizar ingredientes diferentes, aumentando as opções sem glúten e sem carne, como tapioca, sagu e polvilho.

Alguns alimentos são considerados curingas por atender a um grande número de convidados, agradando à maioria deles. Fica a dica para quem não quer errar: aposte em saladas e seus acompanhamentos (como grãos, queijos e molhos) e em sopas e cremes.

 

Recentes